Ovelha Negra

Dicionário de Tricot Inglês – Português

Infelizmente não existem tantos livros e publicações com projectos de tricot e crochet em português como gostaríamos.

Nem tão pouco o vocabulário português das técnicas do tricot  é sólido, no sentido de haver uma geração que se habituou a usar os termos em inglês e muita gente que dá um nome diferente à mesma técnica. Entre muitos exemplos, aprendi aqui na Ovelha que o ponto mousse também se chama vulgarmente “manta de gato”. Provavelmente muitos de vocês já conheciam esta expressão.

Todos os  livros que vendemos na Ovelha estão em inglês ou francês e não são traduzidos. Esperemos que as editoras num futuro próximo invistam em reeditar e traduzir livros de tricot.

Enquanto isso não acontece, tenho-me disponibilizado para traduzir alguns projectos porque percebo as dificuldades de interpretação que mesmo as tricotadeiras mais experientes mas sem contacto com os termos ingleses do tricot, encontram.

Para facilitar um pouco, vamos passar a ter na Ovelha uma folha com a explicação dos termos que estão em inglês e vou deixar aqui também algumas dicas.

Abreviaturas:

sts (stitches) – malhas

rows – carreiras

RS – direito do trabalho

WS – avesso do trabalho

p (purl) – malha de liga

k (knit) -malha de meia

CO (cast-on) – refere-se às malhas de montagem

Ex.: CO 22 sts – montar 22 malhas

BO (bind-off) – refere-se às malhas para rematar

Ex.: BO 22 sts – rematar 22 malhas

YO (yarn over) – laçada

Sl 1 – passar uma malha sem tricotar

M1 (make one) – o M1 corresponde a um aumento intercalar. É aquele aumento em que pegamos com a agulha esquerda na barrinha atravessada entre duas malhas, e a tricotamos.

M1r (make one right) – corresponde a um aumento intercalar inclinado à direita

M1l (make one left) – corresponde a um aumento intercalar inclinado  à esquerda

Kfb (knit font and back) – corresponde a um aumento de barra no qual tricotamos a mesma malha pela frente e por trás

K2tog (knit 2 together) – o K2tog é uma diminuição na qual tricotamos duas malhas juntas como meia

ssk (slip, slip, knit) – o ssk é uma diminuição na qual passamos uma malha, passamos também a seguinte, enfiamos a agulha esquerda nessas duas malhas e tricotamos como meia

spk (slip, knit , pass slippes stitch over) – o skp é a diminuição a que chamamos malha acavalada simples: passamos uma malha, tricotamos a próxima como meia e depois fazemos a malha a passada “saltar ao eixo” por cima da malha tricotada

psso – antes do psso tem seguramente um s1 e um k1. PSSO é a abreviatura de pass slipped stitch over, na prática é a mesma coisa que o skp mas menos abreviado.
Passas uma malha sem tricotar como meia, tricotar a seguinte e depois (psso) fazes a malha passada saltar ao eixo por cima da malha tricotada.

rib stitch– ponto canelado

garter stitch – ponto mousse, de jarreteira ou manta de gato

stockinette stitch – ponto jersey

BrC 12F (Brioche Cable 12 Front) – significa passar 6 malhas para uma agulha auxiliar de torcidos e colocá-la pela frente,  depois (passar uma malha como meia sem tricotar, dar uma laçada e tricotar 2 malhas juntas) , repetir a secção que está entre parênteses. Voltar a colocar as malhas que estão na agulha auxiliar, na agulha esquerda e tricotar a secção que está em parênteses de novo duas vezes.

Sintam-se livres para questionar ou acrescentar mais!

Lindos Jubela

Temos mais peças da Jubela.

Adoro o trabalho dela e é um privilégio ver um tecido nosso transformado em peças tão bonitas.

Um dos últimos colar coração (“Havemos de ir a Viana”) que partiu, foi para um senhor que o comprou porque o achou tão bonito que queria poder olhar para ele todos os dias…

Para já, posso olhar para eles aqui na Ovelha sempre que quiser!

Manos Lace

Chegou à Ovelha o novo fio da Manos del Uruguay: Manos Lace.

Antes de mais nada, para quem ainda não sabe, a Manos del Uruguay é uma organização sem fins lucrativos que reúne em cooperativas no Uruguai, mais de 400 artesãs. O objectivo é trazer oportunidades económicas e sociais a mulheres rurais, que fiam e tingem o fio artesanalmente.
Está certificada como parte do Comércio Justo.

Em relação a este novo fio, tem na sua composição três fibras preciosas: alpaca, seda e cachemira.

É um fio muito fino (lace) e a agulha aconselhada é a 2.75mm. Cada meada de 50 gramas tem 400 metros de fio.

Têm as cores que a Manos já nos habituou e não têm lotes de tingimento, porque duas meadas nunca são exactamente iguais.

À Ovelha chegaram as cores Orla, Nerida Teal e Titania, que é a cor da meada que está na fotografia.

Chegaram também uma nova cor de Wool Clasica e duas novas cores de Manos Silk Blend.