A partir de hoje, vou tentar todas as quintas-feiras, colocar um post sobre técnicas de tricot.

Algo que complemente de alguma forma os cursos e que sirva de apoio aos mesmos.

O tricot não é uma ciência, não há uma forma apenas de fazer as coisas, e o que por vezes resulta melhor para uns, resulta pior para outros. Portanto, o que vou partilhando é obviamente o que sei, mas com a noção, que em várias técnicas há várias formas de execução.

Deixem-me também aproveitar este espaço e digam-me a vossa forma de sentir e trabalhar o Tricot!

Poderão procurar estes posts, na CategoriaQuinta Tricotada.

Como substituir um fio?

Algumas vezes temos necessidade de substituir o fio num modelo que gostamos.

Seja por necessidade estética, pelo clima, porque existe um fio que gostamos mais de trabalhar ou qualquer outra razão,  há que ter algumas considerações antes de avançar.

O único fio que vai reproduzir de forma fiel a fotografia do modelo é o aconselhado pelo mesmo.

E mesmo que optem por um que tenha a mesma tensão (e já vou falar disso), fibras diferentes têm características diferentes, têm diferentes pesos, brilho, formas de cair… E temos de fazer esse exercício de imaginação e pensar como gostaríamos mais que fosse o resultado final.

A tensão do fio (em inglês gauge) é o número de malhas e carreiras necessárias de serem tricotadas para conseguirmos obter um quadrado de 10cm (esta medida serve-nos de referência mas poderíamos usar outra). Na banda de cada novelo geralmente é fornecida essa informação, através de uma quadradinho semelhante ao que aparece na imagem.

A substituição do fio deverá passar por escolher então um outro com a mesma tensão. A agulha aconselhada serve apenas de referência e não como um dado absoluto. Todos nós temos tensões diferentes a tricotar,  mais solto ou mais apertado, e temos muitas vezes de subir ou descer o número da agulha aconselhada.

Escolhido então um fio que gostamos com uma tensão idêntica, precisamos de calcular o número de novelos necessários.

Mais que pensarmos em gramas devemos pensar em metros. Por exemplo, a camisola inicial usa 600g de Cashsoft DK, que são 12 novelos de 50g e com 115m cada um. Se pretendo substituir pelo Felted Tweed, que são igualmente novelos de 50g mas com 175m, necessito de 8 novelos. Como fiz as contas? Multiplico o número de novelos iniciais pelos metros que cada um tem (12x115m=1380) e divido o valor final pelo número de metros que tem cada novelo de Felted Tweed (1380/175=7,89). Voilà!

0 comments on “Quintas tricotada 1 – Como substituir um fio”

  1. Boa! Boa!
    Que grande ideia. Para uma principiante como eu, que chega a casa e já não sabe fazer direitinho o aprendeu no workshop, vai dar um jeitaço.

    Bjinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.