-Com quantas malhas hei-de começar o meu trabalho?

Esta é provavelmente das perguntas técnicas que mais oiço por cá.

Não há de facto uma resposta imediata a esta perguntas mas sim, um processo nada complicado de cálculo!

A primeira coisa que temos que pensar, é que cada pessoa tem uma tensão própria ao tricotar. Por vezes, durante os cursos, observo os trabalhos realizados com as mesmas agulhas e lãs, e a diferença de tensão é muito grande. Daí, 40 malhas com a minha tensão, poderão corresponder a uma largura diferente das 40 malhas da minha amiga.

E então como se faz?

O primeiro passo, será tricotar uma amostra de pelo menos 10cm. Esta amostra é bastante útil. Com ela podemos ver a lã trabalhada, ver como resulta, ver se gostamos da tensão ou se precisamos de fazer alterações na medida da agulha, usando uma agulha mais grossa se o tecido estiver muito denso, ou uma agulha mais fina, se o trabalho estiver muito lasso…

Quando tivermos a nossa amostra, vamos contar quantas malhas temos nesses 10cm. Para esse efeito, podemos colocar dois alfinetes na zona ou usar uma das réguas de medição que existem para esse efeito.

Poderão encontrá-las nos links abaixo:

Alfinetes

Régua Addi

Régua KnitPro

(Se pretendermos ou precisarmos de um cálculo mais preciso, o ideal seria tricotar uma amostra de 15cm, para contarmos as malhas numa zona fora da ourela e portanto mais demonstrativa do que será o nosso tecido tricotado). As malhas de ourela têm com frequência uma tensão diferente.

E a partir desta relação “x malhas para 10 cm“, podermos fazer todos os cálculos em termos de largura.

Vamos então à prática!

Medi o meu cachecol preferido e quero tricotar um, com a mesma largura – 30cm.

A minha amostra tem 22 malhas em 10 cm.

Faço uma regra de 3:

se tenho 22 malhas para 10 cm

quantas malhas tenho que ter para 30 cm?

22 x 30 a dividir por 10 = 66 malhas

E voilà!

Agora vamos imaginar, que já conheço bem o meu ponto, e sei que tenho uma tensão regular.

Se observar a banda de papel que acompanha o novelo, ela irá indicar-me quantas malhas equivalem a 10 cm, em ponto de meia e na agulha aconselhada.

sts= malhas   rows= carreiras

Passo então à frente a realização da amostra e faço as contas!

Resumindo:

  • Faço uma amostra de pelo menos 10cm
  • Conto o nº de malhas (A)  nesses 10 cm
  • Estabelecida a largura que pretendo para a minha peça, multiplico-a por A e divido por 10

 

Bons cálculos!